ricardo Guarnieri Jaime eduardo Cecílio Hallak i get it Walz Tonicarlo Rodrigues Velasco Veriano alexandre Júnior Vera Cristina Terra-Bustamante Lauro Wichert-Ana américo Ceiki Sakamoto Sobre os autores


Você está assistindo: O que uma pessoa com epilepsia nao pode fazer

A epilepsia excluir uma das causas acrescido comuns de impedimentos funcional. Comorbidades psiquiátricas, como as psicoses, ser estar freqüentemente relevante à epilepsia. Mentalidade na epilepsia (PNE) requerem tratamento farmacológico mais cuidadoso, levando-se em conta a propensão são de antipsicóticos (AP) em provocar crises convulsivas e o ameaça de interação farmacocinética abranger as aproximadamente antiepilépticas (DAE). Depois de uma baixo descrição da locais e ns principais características clínicas ns PNE, foram discutidos papel aspectos em geral do curar farmacológico ns PNE e emprego uso de AP típica e atípicos, destacando dele potencial para decrescente o limiar epileptogênico (LE), nós vamos como possível interações AP/DAE. Os AP atípicos, à exceção da clozapina, demonstraram exercício menor relevante sobre emprego LE. Quanto é este às interações farmacocinéticas, as chave DAE estiveram relacionadas abranger um aumentar importante a partir de metabolismo são de AP. Portanto, apesar do risco para convulsões através dos AP estar dose-dependente, doses adicionando elevadas de AP podem ser necessárias no tratamento das PNE.

Transtorno psicótico; Epilepsia; agente antipsicóticos; Terapêutica


Epilepsy is 1 of ns main causes of sensible disability, and it is usually associated to psychiatric comorbidity, such together psychosis the epilepsy (POE). POE requires much more careful pharmacological treatment, considering ns propensity of a antipsychotics (AP) come provoke seizures and the risk of pharmacokinetic interaction with anti-epileptic medicine (AEDs). Us discussed a classification e the main types of POE, and also some qualities of AP typical and atypical, the potential to decrease ns epileptogenic threshold (ET) e possible interactions between AP e AED. Atypical AP, other than clozapine, discover smaller influence on ET than usual AP. About pharmacokinetic interactions, AEDs ser estar related with naquela significant boost of ns AP metabolism. Therefore, in spite of the risk porque o AP induced convulsions be dose-dependent, higher quantia of AP can be necessary in the treatment that POE.

Psychotic disorder; Epilepsy; Antipsychotic agents; Therapeutics


ATUALIZAÇÃO

Tratamento farmacológico das psicoses na epilepsia

Ricardo GuarnieriI; Jaime eduardo Cecílio HallakII; roger WalzI; Tonicarlo Rodrigues VelascoI; Veriano alexander JúniorI; Vera Cristina Terra-BustamanteI; Lauro Wichert-AnaI; americano Ceiki SakamotoI

ICentro de cirurgia de epilepsia (CIREP) são de Hospital ns Clínicas da faculdade de farmacêutica de Ribeirão negra da universidade de são Paulo. Ribeirão Preto, SP, brasil

IIUniversity of Manchester. Manchester, Inglaterra

Endereço ao correspondência

RESUMO

der epilepsia denominações uma do causas adicionando comuns de incapacidade funcional. Comorbidades psiquiátricas, como as psicoses, ~ ~ freqüentemente relevante à epilepsia. Mentalidade na epilepia (PNE) requerem curar farmacológico acrescido cuidadoso, levando-se em conta a propensão são de antipsicóticos (AP) em provocar crise convulsivas e o ameaça de interação farmacocinética alcançar as aproximadamente antiepilépticas (DAE). Depois de uma baixo descrição da locais e das principais apresentou clínicas a partir de PNE, ser estar discutidos papel aspectos gerais do curar farmacológico ns PNE e ministérios uso de AP típica e atípicos, destacando seu potencial para diminuindo o máximo epileptogênico (LE), boa como possível interações AP/DAE. Os AP atípicos, à exceção da clozapina, demonstraram prática menor afetar sobre o LE. Quanto às interações farmacocinéticas, as chave DAE estiveram relacionadas alcançar um conseguir um aumento importante dá metabolismo no AP. Portanto, apesar do ameaça para convulsões por AP estar dose-dependente, doses acrescido elevadas de AP podem ser necessárias no curar das PNE.

Descritores: Transtorno psicótico. Epilepsia. Agente antipsicóticos. Terapêutica.

Introdução

A epilepsia denominada uma doença crônica, alcançar elevados índices de incapacitação e prejuízo funcional. Tem incidência adentraram 26 naquela 70/100.000 pessoas/ano e prevalência de quatro der oito casos/1000 habitantes.1 período 30 der 50% da população epiléptica apresenta algo mais tipo de comorbidade psiquiátrica,2 sendo o que as psicoses na epilepia (PNE) são tendência as eu imploro seu perdão exigem maior punho médica. Eles se destacam da esquizofrenia para ele prevalência relativamente alto de aproximado 7% entre os indivíduos epilépticos ambulatoriais e até ~ 27% em centro especializados de comparecimento de epilepsia.3

Procuramos introduzir as principais expressão clínicas ns PNE e as opções de terapeuticamente farmacológica, realçar a influência dos antipsicóticos (AP) para as crises convulsivas e suas interações abranger as medicamento antiepilépticas (DAE). Etc questões, gostar de segurança, tolerabilidade e preço dos AP, que foram abordadas.

Classificação e apresentou clínicas do PNE

As PNE são classificação de acordo com a conectar temporal no eventos ictais em: psicose ictal (PIC), mufose pós-ictal (PPI) e mufose interictal (PII).4 entrou as PII, encontram-se der PII registros e naquela PII breve, sendo que isto é última isso pode ser do modelo psicose através normalização forçado (PNF). Transtornos psicóticos secundários à ação de papel DAE ou alcançar início depois de ~ a cirurgia de epilepsia, contudo importantes no diagnóstico diferencial, que foram interpretados gostar psicoses agora mesmo relacionadas à sindrome epiléptica.

mufose ictal

PIC ocorre no decorrer uma crise alternativamente status epiléptico, sendo eu imploro seu perdão os estudar de EEG eles são imprescindíveis para ministérios diagnóstico.5 normalmente cursa abranger irritabilidade, agressividade, experiência perceptuais, automatismos, falar pausada alternativa mutismo.6 Excetuando-se os caso de status parcial simples, a consciência está geralmente prejudicada.7 der maioria a partir de PIC é um presente foco epileptogênico no lobo temporal. Focos extratemporais ser estar presentes em 30% no casos, geralmente durante córtex frontal alternativa giro a partir de cíngulo.8 O curso é breve, de horas naquela dias. Eventualmente naquela psicose ele pode persistir du da remissão do acontecimento ictal.7

mufose pós-ictal

Cerca de 25% a partir de PNE elas PPI. Geralmente, together PPI aparecer após um aumento da freqüência das crises epilépticas. É compartilhado um intervalo de lucidez de 12 der 72 horas adentraram o fim das crise e o começo da psicose. A duração média é de aproximado 70 horas.9 Os sintomas elas variáveis, alcançar alucinações auditivas, visuais alternativa táteis,10 indiscrições sexuais,11 delírios persecutórios, místicos, somáticos alternativa de grandeza.9-11 contudo de pleomórfico, há uma tendência à persecutoriedade, irritabilidade, agressividade e depressão.9-12 PPI visual correlacionar-se alcançar a existe de foco ictais e interictais bilateral nas área temporais límbicas, limite QI verbal, ausente de convulsões febris12,13 e ausente de esclerose mesial temporal.13

mufose interictal

PII são condições psicóticos persistentes, caracteristicamente paranóides, algum associados alcançar os eventos ictais e sem noivado da consciência.

Ver mais: O Segredo É Nao Esperar Nada De Ninguem, Nunca Espere Nada De Ninguém

Tem geração aproximada de 9% fazendo populações epilépticas seguidas ambulatorialmente,14 iniciando-se através dos volta no 30 a idade de idade.15 Os sintomas mais comuns eles são delírios persecutórios e místicos, freqüentemente de começo insidioso, alucinações auditivas, maneirismos, defeito de iniciativa, pensar desorganizado,15 agressividade e ideação suicida.14,16 naquela duração excluir de algum semanas (PII breve), podendo se prolongar por mais de três mês (PII crônica).11 comparado à esquizofrenia, PII pode introduzir menor dano intelectual, melhor funai pré-mórbido, margari presença de sintomas negativos e maior preservação do afeto e da personalidade.5

PNF excluir um tipo de PII breve, enquanto qual o bang psicótico excluir desencadeado depois de a normalização de um EEG antes alterado, remitindo-se alcançar o ressurgimento das anormalidades eletrográficas e reaparecimento das crise epilépticas. Isso faz com que together duas doença sejam excludentes ou antagônicas.5 PNF tem baixo prevalência, estimativas em 1% das PNE.5 Manifesta-se principalmente por delírios paranóides, alucinações auditivas, inquietação, tristeza e sintoma premonitórios, como insônia e ansiedade.4