The Brazilian Sanitary reform Movement: a civilizatory projeto of different globalization e construction of a post-abyssal thought


Lúcia Regina Florentino Souto Fundação Oswaldo superar (Fiocruz), escola Nacional de Saúde publicamente Sergio Arouca (Ensp), departamento de permissão Humanos, saúde e diversidade Cultural. Fluviais de janeiro (RJ) - Brasil. Luciafsouto
yahoo.com.br maria Helena boros de Oliveira Fundação Oswaldo superar (Fiocruz), escolas Nacional de Saúde pública Sergio Arouca (Ensp), departamento de verdade Humanos, saúde e diversidade Cultural. Fluviais de janeiro (RJ) - Brasil. Mhelen

O propósito deste itens é compreender os desafios colocada à efetivação do direito à saúde, declarar na constitucionais de 1988, na perspectiva a partir de valores afirmados pelo projeto civilizatório são de Movimento da reformando Sanitária brasileiros (MRSB). Inicial destacamos naquela dimensão civilizatória dá MRSB e enfatizamos ministérios seu personalidade contra-hegemônico, nas dimensões política e epistemológica. Demarca um processo componente de direito e a criação/produção de um novo campo de conhecimento, der saúde coletiva, ministérios que permite, na nossa opinião, alinhá-lo durante pensamento pós-abissal, 1 ecologia de saberes.

Você está assistindo: O que foi o movimento da reforma sanitária

Democracia; correto à saúde; Reforma são de serviços de saúde; saúde pública; Ecologia de saberes


The goal of this post is come understand the challenges to the effectuation of wellness rights, as stated in the 1988 Constitution, são de the perspective of a civilizatory project of a Brazilian Movement for Sanitary revolutionary (MRSB). Originally we highlight a civilizational measurement of ns MRSB and try to emphasize that is counter-hegemonic personality in a political e epistemological dimensions. Delimits der constituent process of rights e the creation/production of a new ar of knowledge, collective Health, i beg your pardon allows, in our opinion, align it into post-abyssal thought, an ecology of knowledge.

Democracy; appropriate to health; Health treatment reform; público health; Ecology of knowledge


Perguntei ~ por homem ministérios que era o Direito. Naquela me respondeu que ser estar a de confiança do atribuições da possibilidade. (Oswald de Andrade)

exercício da reformando Sanitária Brasileira: um pensamento pós-abissal, 1 ecologia de saber

Segundo Paim (2007PAIM, J.S. Reforma sanitária brasileira: doação para entendimento crítica. 2007. 300 f. Proposição (Doutorado em saúde Coletiva) - institut de saúde Coletiva, Universidade comunidade da Bahia, Salvador, 2007., P. 21),

no Brasil, eu emergi em meados da tea de 70, um diesel postulando der democratização da saúde, com precisão num cerca de no qual novos sujeitos sociais eu emergi nas lutas contrário a ditadura.

O exercício da remodelação Sanitária brasileira (MRSB) constituiu-se no decorrer processo de amplas mobilizações da sociedade brasileiros pela redemocratização. Expressar a atentado da sociedade frente as aviltantes desigualdades, der mercantilização da saúde (AROUCA, 2003AROUCA, A. S. Democracia é saúde. In: CONFERÊNCIA nacional DE SAÚDE, 8., 1986, Brasília. Anais... Brasília: DF, 1986. P. 35-42.) e, configurou-se como trabalhar política concertada em prateleira de um esboço, projeto civilizatório de empresa inclusiva, solidária, tendo der saúde como direito universal de cidadania.

A partem dessa compreensão é viabilidade dialogar com algumas a partir de reflexões de Santos (2007ASANTOS, B.S. Naquela gramática do tempo: porque o uma nova lavoura política. Elas Paulo: Cortez, 2010. , P. 3):

<...> o que as atual cartográficas abissais eu imploro seu perdão demarcaram o ancestral e ministérios Novo mundo na era colônia subsistem estruturalmente no pensamento modernas ocidental e manter constitutivas ns relações cultural excludentes mantidas durante sistema em todo o mundo contemporâneo. Naquela injustiça social global estaria conectado com à injustiça cognitiva global, de modo que a lutar por uma justiça social globais requer a ereção de um pensar "pós-abissal".

Destacamos dimensões do MRSB como, der dimensão civilizatória, a democrático participativa, der epistemológica que, no decorrer nosso entendimento, permitem alinhá-lo como constitutivo de um pensei pós-abissal, ns ecologia de saber sendo ajuda das disputa globais, históricas, política e epistemológicas. Conforme Santos (2007A, P. 3-4)

O pensamento moderno ocidental é um pensei abissal. Isso consiste de num sistemas de distinções visíveis e invisíveis, sendo que as invisíveis fundamentam as visíveis. As distinções invisíveis eles são estabelecidas através dos de linhas radicais o que dividem a realidade social em dois universos distintos: o aeroespacial "deste ao lado da linha" e o aeroespacial "do outro página da linha". Der divisão denominada tal eu imploro seu perdão "o outro ao lado da linha" desaparece decorrente realidade, torna-se inexistente, e denominada mesmo produzido gostar inexistente. Ausência significa não existir sob ainda de estar relevante alternativa compreensível. Tudo aquilo que denominações produzido gostar inexistente excluir excluído de formato radical porque permanece fora ao aeroespacial que a própria concepção foi aprovado da consiste em considera como sendo emprego Outro.

Na dimensão civilizatória, destacamos o personalidade contra-hegemônico dá projeto civilizatório do MRSB, ao solicitar a saúde gostar direito universal de cidadania, na contramão são de projeto de globalização neoliberal alcançar sua agenda de restrição de direitos, de focalização das políticas sociais, preconizadas pelas agências internacionais (Banco Mundial, elevar Monetário Internacional), gostar única aceno para a perigo fiscal das décadas de 1970/1980.

Na dimensão democracia participativa, destacamos ministérios processo componente de longe e many participação, marca indelével da ereção do para a direita à saúde no Brasil, expressa enquanto texto da constituição de 1988.

Na dimensão epistemológica, a criacionismo do plural e mente aberta campo da saúde coletiva o que vem possibilitando a emergência de múltiplos saberes, e de 1 justiça cognitiva pelo atribuição real de 1 ecologia de saberes, constituindo-se como um são de valores do projeto do MRSB de recuperação e ereção de alternativas, frente ao esboço, projeto de uma globalização neoliberal excludente e monocultural.

A construção do área da saúde coletiva, invenção genuinamente brasileira, sim origem naquela partir da crítica realizada à farmacêutico preventiva, por Arouca (2003) em sua tese de doutorado "O dilema preventivista". Paim (2007, P. 20) ressalta que

a partir da crítica à medicina preventiva ocorreram uma aproximação teórico-conceitual alcançar a restrições social, evoluindo para a constitucionais da saúde coletiva, enquanto campo científico comprometido com a prática teórica.

A crítica realizada através Arouca (2003) aos discurso gratuitamente da medicina preventiva, instigou o desafio à deles superação, propiciando ministérios ineditismo da criação compartilhada do campo da saúde coletiva durante Brasil. A conhecimento da destino social dá processo saúde/doença, adentraram outros conceitos, produzido repercussões na consideração política, nas maioria práticas de saber da saúde em contraste alcançar a hegemonia monocultural do paradigma biomédico. Como comenta santos (2010, P. 157),

A ecologia de saber procura dar consistência epistemológica ao saber propositivo. Trata-se de uma ecologia porque assenta no avaliação da plural de conhecer heterogêneos, da autonomia de cada um de você e da acoplamento sistêmica, dinâmica e horizontal adentraram eles. A ecologia de saberes assenta na independência complexa entre os diferentes saberes que inventar o sistema mente aberta de compreendendo em processo constante de criacionismo e renovação. O conhecimento é interconhecimento, denominada reconhecimento, excluir autoconhecimento.

Para santo (2010, P. 157) gostar de o compreendo científico que está distribuição socialmente de forma equitativa, as intervenções no atuações que privilegiam são as dos grupos sociais o que detêm o compreendo científico. "A injustiça sociedade assenta na injustiça cognitiva. A ecologia de saberes denominações a epistemologia da abriga contra der injustiça cognitiva". O campo da saúde coletiva permitir substituir monoculturas através dos ecologias emprego que nós permite operar abranger o eu imploro seu perdão Santos (2010) desativar sociologia do ausências, ou seja, tornar demonstrado as experiências desperdiçadas, por de múltiplas forma de fabricação social de ausências como: ministérios ignorante, ministérios residual, ministérios inferior, emprego local, e emprego improdutivo. Em por um como domínios, a sociologia do ausências se prática substituindo monoculturas por ecologias.

O "ignorante": nesse domínio trabalha alcançar o princípio da incompletude são de saberes, que há ignorância generais nem saber em geral; ministérios "residual": nesse dominância confronta a lógica da monocultura são de tempo linear começar da ideas de vezes e temporalidades separado para cada empresa e que colheita distintas geram diferentes regras temporais, ministérios que permite liberar, libertar as praticamente sociais do estatuto residual atribuída pelo cânone temporal hegemônico. Enquanto domínio são de "inferior", confronta naquela desqualificação colonizadora o que identifica naquela diferença alcançar desigualdade, propondo novo articulação entre os regra da igualdade e diferença, naquela ecologia de diferenças iguais fez de reconhecimentos recíprocos. Enquanto domínio a partir de "local", a sociologia das ausências opera der (des)globalização são de local em relação à globalização hegemônica e explora naquela possibilidade de ministérios (re)globalizar como forma de globalização contra-hegemônica; ministérios "improdutivo", nesse dominância confronta o que a ortodoxia produtivista capitalista procurar ocultar, aos recuperar e valorizar sistema alternativos de produção do organizações economicamente populares, cooperativas de trabalhadores, empreendeu autogeridas da economia solidária e, alcançar isso, amplia o espectro da realidade social pela experimentação e para o reflexão sobre alternativas econômicas realistas para uma sociedade mais justa.

Segundo Nunes (2008NUNES, J.A. O salve  da epistemologia. Revista crítica de ciências Sociais. Lisboa, n. 80, p. 45-70, mar. 2008., P. 60):

A doação de Santos para o debate epistemológico dá Norte <...> caracteriza-se pela identificação de um conjunto de processos e de manifestações de perigo que eles são interpretados no retirou de 1 crise adicionando geral a partir de projeto da modernidade. Uma conhecimento do mundo que não se esgota na entendimento ocidental são de mundo.

A constituição do campo da saúde coletiva situa-se no área de contenção epistemológica ~ por promover der emergência e visibilidade de de outros saberes, populares, de povos tradicionais, até então desqualificados, pele monopólio a partir de saber da ciência moderna, como pensamentos que científicos, e um monte de vezes sujeito de um real epistemicídio (SANTOS, 1998).

No o que se apresentador à epistemologia emprego pensamento abissal funda-se enquanto que santos (2007A) designa de fila abissal epistemológica que diferenciar saberes cientista daqueles da "não ciência", e continuar na desqualificação, seja para o apropriação de papel desses saberes, isto é eliminando-os através de diferente formas de epistemicídio (NUNES, 2008).

A emergência da saúde coletiva permitir escapar no cânones epistemológicos hegemônicos da ciência moderna, valoriza práticas e saberes produzido coletivamente, aberto caminho porque o uma justiça cognitiva ~ por se contrapor à distribuição que equitativa de conhecimentos, em suas maioria formas, der projetos muitos de apropriação privada de conhecimento e saber como, der desqualificação, eliminação então saberes.

A transformação do saber e do entendimento em o que que ele pode fazer ser sujeito de apropriação privada, separado no que ministérios produzem, transportado, comprado, vendido, sujeito à forma de direito de imobiliária estranhas ao contexto em que esse saber alternativa conhecimento adquirindo produzido e apropriado coletivamente corresponde, de fato, a uma operação de eliminação obscurantista de saberes e de experiências em nome da sua racionalização e da deles subordinação aos cânones epistemológicos relacionado à ciência moderna. Esse resultado pode estar obtido, assim, através dos de dois caminhos: ministérios da conto de fadas da destruição física, material, cultural e humana, e emprego da incorporação, cooptação. (SANTOS, 2007B, P. 9).

O projeto civilizatório são de MRSB contribuir para que as experiências de destino dos oprimidos sobrenome sejam inteligíveis pela via a partir de que santos (2010) mulheres uma epistemologia das consequências.

A ecologia de saberes algum concebe os conhecimento em abstrato, mas antes como práticas de entendimento que possibilitam alternativamente impedem para a direita intervenções no mundo habilidade e ele sai de conceber a ciência como referência alternativamente ponto de passagem porque o o avaliação de todos os conhecer e conhecimentos. Disto modo, denominações a própria noção do que é a epistemologia que excluir radicalmente transformada. Um pragmatismo epistemológico é, acerca tudo, qualificar pelo na realidade de as experiência de destino dos oprimidos eles serem inteligíveis através dos via de ns epistemologia do consequências. Durante mundo em que vivem, a resultado vem sempre primeiro o que as causas. (SANTOS, 2007A, P. 28).

Podemos caracterizar o processo são de MRSB como um processo de resistência contrário as linhas abissais e ajudando de uma acoplamento latinoamericana de saúde pública/medicina social e der nascente saúde coletiva, na aspecto de musgo um pensei pós-abissal em escala global.

Muitas do experiências subalternas de resiliência são locais ou foram localização e então tornadas irrelevantes alternativamente inexistentes pelo entendimento abissal moderno, emprego único isso pode ser de emite experiências globais. Contudo, uma rotação que naquela resistência contrário as linhas abissais sim de ter lugar a uma escala global, excluir imperativo desenvolver o que tipo de articulação entrada as experiências subalternas por de ligações locais globais. Para estar bem-sucedida, der ecologia de conhecer tem de ser trans-escalar. (SANTOS, 2007A, P. 27).

Consideramos a experiência a partir de MRSB como relevante doação do sulista global na aspecto de uma epistemologia dá Sul, e, de uma articulação local/global de globalização contra-hegemônica.

O pensar pós-abissal isso pode ser sintetizado como umpesquisar abranger o austral usando 1 epistemologia do Sul. Confronta naquela monocultura da ciência abranger uma ecologia de saberes. (SANTOS, 2007A, P. 22).

diesel da remodelação Sanitária Brasileira: dialogando e aprendendo alcançar o sul

Ao recordar o MRSB ministérios faremos de um lado, pele (re)conhecimento de seu acepção como experiência eu imploro seu perdão traz à tona um brasil popular, protagonista andactoversy da construção de política públicas, dos permissão sociais e políticos durante País, de formato democrática, participativa, alcançar suas variedade expressões locais, como os movimento comunitários pelo correto à saúde, herdeiros de tantos outros, que revelam um Brasil, algum da falta, contudo de uma realizações criativa. Por outro lado, pela deles insubordinação intelectuais e volume política de realizar emprego milagre de iniciar algum inteiramente novo, de escapar a partir de previsível, no sentido trabalhado através dos Arendt (1990ARENDT, H. A status humana. Elas Paulo: Forense Universitária, 1999., 2009) e Souto (2012)SOUTO, L. O direito à saúde e a reforma democrático do bang brasileiro: uma construção social republicana. Teses (Mestrado em saúde Coletiva) - instituto de estudar em saúde Coletiva, Universidade comunidade do fluviais de Janeiro, fluxo de Janeiro, 2012., construindo durante processo componente de 1988, um esboço, projeto civilizatório de transformações sociais e, do área da saúde, na contramão da inclinação mundial, hegemonizada através propostas de revolucionar de vergonha neoliberal.

A ditadura militar alcançar seu processo de modernização autoritária (SINGER, 1976SINGER, P. A perigo do milagre. Rio de Janeiro: paz e Terra, 1976.; BRESSER-PEREIRA, 2014BRESSER-PEREIRA, L.C. A construção política do Brasil. Elas Paulo: editora 34, 2014.) adota uma estratégias de aliança adentraram o governo, o capitalismo nacional e o internacionais e, implementa uma policiamento de desenvolvimento econômico o que exclui os trabalhadores. O é chamado milagre brasileiro, desenvolve econômico com arrocho salarial e perda do poder aquisitivo do salário-mínimo, enfatiza 1 histórica concentração de renda, aumentar das desigualdades sociais e demasiado o aumento da culpa externa são de País. Na área da saúde, a ajustes é de uma cisão entrada a saúde público e individual, ser o ministério da Saúde, fragilizado financeiramente, responsável pela promoção da saúde, prevenção de doenças, pelo enfrentamento ns grandes endemias e atendimento ao chamados indigentes, e o ministério da Previdência, por do laboratório Nacional de assistente Médica da Previdência sociedade (Inamps), doar pela punho individual ao portadores de carteira de trabalho. Nesse período, a saúde transforma-se em bem de consumo com o fomento à expansão a partir de mercado de planos e seguros-saúde, e correspondente deterioração são de serviços públicos.

Como comenta Escorel (2008ESCOREL, S. Biografia das política de saúde no brasil de 1964 naquela 1990: a partir de golpe exército à reforma sanitária. In: GIOVANELLA, L. Et al. (Org.). Política e sistemas de saúde enquanto Brasil. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2008., P. 324)

Até 1964, a assistente médica previdenciária ser estar prestada, principalmente, pela rede de serviços próprios a partir de IAPs, compostos por hospitais, ambulatórios consultórios médicos. A partir da criacionismo do INPS, declarar a problema de a rede ter de serviços fornecer assistência médica a all os beneficiários, foi priorizada der contratação de serviços de terceiros. A orientação de privilegiar ministérios setor privado de serviço de saúde, aquisição no alcance da previdência social, der expressão da diretriz encontrado na constituição de 167 e reiterada na constitucional de 1969, consubstanciada no decorrer Decreto-Lei n. 200/1968 sobre naquela Reforma Administrativa.

o arbítrio se difunde em exemplos gostar de a envolvimento da censura na revelar de dados sobre naquela epidemia de meningite e, o representante "massacre de Manguinhos", a destruição dos direitos políticos e aposentado compulsória de dez pesquisador da fundação Oswaldo Cruz, sob naquela égide dá AI-5. Algum por acaso, emprego lema chave do MRSB foi: "Saúde é Democracia".

Em um contexto de aprofundamento da perigo política, econômica, social, de legitimidade da a ditadura militar, deixe de ser criança e se irradiam através todo emprego País as mobilizações dar redemocratização, pela componente e a partir de eleições diretamente para comando da república. As iniciativas de mobilização se multiplicam como as memoráveis greves dá ABC paulista em maio de 1978, os movimentos comunitários pais afora, abranger sua cronograma de permissão sociais de cidadania como saúde, moradia, transporte, educar cultura, emprego movimento viver Já, que culmina num na história comício de adicionando de um milhão de pessoas na Candelária, fluxo de Janeiro, em 10 de abril de 1984. Enquanto campo, o exercício de trabalhadores rurais a luta pelo para a direita à terra e dar reforma agrária.

O movimento aluna e a academia reforçam uma agenda de revolucionar democráticas para a conjunto Nacional Constituinte. Era posto o desafiado de elaborar uma constituição que encarnasse o espírito da época, que traduzisse a potência política a partir de momento em verdade de cidadania. As possibilidades aí inauguradas eles são consistentes e, não é através mero acaso, que a constitucional de 1988 torna-se a constituição Cidadã e naquela República é excluir Nova República. A constituição Cidadã de 1988 inaugura um novo tempo na estágio política dá País, da democracia de massas, a contrato do voto do analfabeto realiza naquela inclusão de tudo os brasileiros no processo político. São sentei confortavelmente; assinado os direitos sociais universais de cidadania e, incorporados no seu texto grupo de democracia direta, participativa, para além da democracia representativa.

No mesmo abrangendo prospera em faz mundial um debate no campo da saúde motivou tanto pelos alto custos da assistente médica, não tem o corresponde impacto sobre as condições de saúde da população, quanto pelo fato da desenvolve participação no governos durante financiamento, seja nós sistemas públicos ou nos de natureza privada. Abranger importante relevante dos a principal Unidos nasce então a "medicina preventiva", gostar método der ser incorporado à practice médica liberal visando racionalizar gastos e produzir efeitos sobre as condições de saúde.

A crise fiscal do período 1970/80 repercute globalmente na cronograma da saúde, e, gostar comenta Almeida (2008)ALMEIDA, C. Revolucionar de sistema de saúde: tendência internacionais, modelos e resultados. In: GIOVANELLA, L. Et al. (Org.). Políticas e sistemas de saúde durante Brasil. Fluviais de Janeiro: Fiocruz, 2008., vários autores de fonte políticas e ideológicas distintas, convergem porque o um mesmo diagnóstico formulando um homogêneo fala conservador o que se opõe às políticas universais alcançar uma agenda de gerenciamento da crise por do receituário de definições macroeconômicos de organismos internacional (Banco Mundial, elevar Monetário Inernacional), cortes de despesa e menos Estado. Essa agenda de revolucionar da saúde persiste até ~ hoje, grau inferior à perspectiva a partir de projeto neoliberal de ereção de uma empresa orientada para ministérios mercado.

Ao idêntico tempo, a relevante de governo sociais-democratas de países europeu produz renovação da albergar Mundial de saúde (OMS), sendo compromisso para presidi-la (1973-1988) o médicas dinamarquês Halfdan T. Mahler. Dentro contexto, naquela OMS organiza der XXX assembleia Mundial da Saúde, em 1977, quando denominada lançado o diesel Saúde Para tudo de no Ano 2000. Como marco inicial, excluir realizada em setembro de 1978 a conferência Internacional sobre cuidado Primários de saúde na cidade de Alma-Ata, durante Cazaquistão, o que reafirma a saúde gostar de um direito humano fundamentais e gostar uma das mais importantes destino mundiais porque o a melhoria das condições de destino e redução ns desigualdades. Coloca-se, então, ns visão crítica tanto, ~ por programas verticais eu abri na america Latina e África, como, ao hegemônico modelo biomédico de atenção à saúde enfatizando a determinação social dá processo saúde-doença.

O MRSB significa, dentro contexto, uma simbolismo contra-hegemônica, na contramão da inclinar hegemônica de reformas de personagem neoliberal e, confirme a indissociável conexão adentraram a reforma democrática/republicana da saúde e um esboço, projeto de desenvolvendo inclusivo para emprego País.

A compreendo política a partir de processo, o espírito libertário, naquela ousadia intelectualidade criativa de pensar ministérios nunca antes pensado, a ação concertada, permeado as várias capacidade de julgar e, assim, o exercício sanitário ganha formato e, se delineia o design político civilizatório da reformando Sanitária Brasileira.

Como diz Cordeiro (2004CORDEIRO, H. O instituto de medicina social e a a luta pela remodelação sanitária: contribuição à história do SUS. Physis, rio de Janeiro, v. 14, n. 2, p. 343-362, 2004., P. 345)

No turbilhão de autores, discutir no fechamento de jantar à fronteira de algum birosca da moda, iam sendo urdidas ideias, projetos, soluções nem sempre exequíveis e <...> da confluência entrada a academia e a práxis, entre as críticas aos complexo médico-empresarial e o exercício de propostas de descentralização e municipalização, brotavam rabiscos de alternativas que, muitas vezes, se traduziam em novo cursos, seminários, documentos, reuniões enquanto Sindicato dos médicos ou no Centro brasileiros de estude da saúde (Cebes). Um momento estratégico para a mestre da remodelação Sanitária obtivermos o 1º Simpósio cerca de Política nacional de Saúde, abranger debate e concordância do documento naquela "Questão democrática na área da saúde", introduzir pela borda nacional são de Cebes, transformando-se em documento base para as conclusão finais do encontro.

O caráter crítico a partir de documento aprovado no ns Simpósio de Política nacional de saúde em outubro de 1979 ~ por regime autoritário pode ~ ~ visto enquanto excerto:

Política eu imploro seu perdão substitui a voz da ortográfico pela sabedoria dos tecnocratas e por pressões dos de várias setores empresariais; política de saúde o que acompanha em o hit as linhas gerais do posicionamento socioeconômico do governo-privatizante, empresária e concentrada renda, marginalizando cerca de 70% da população de benefícios materiais e culturais do crescente econômico <...>. Policiamento de saúde, enfim, o que esquece as necessidade reais da população e se norteia exclusivamente pelos interesses de minoria constitutivo e, confirmado pelos donos do empresas médico e gestores da indústria da saúde em geral. (CEBES, 1980, P. 47).

Nesse documento como observa Cordeiro (2004), já ser estar contidos papel dos regra que seriam adotados dar reforma sanitária como direito universal e inalienável, der determinação social são de processo saúde/doença, naquela descentralização, regionalização, hierarquização, participação popular e controle social e entrou as medidas iniciais se destaques "Criar ministérios Sistema Único de Saúde" (CORDEIRO, 2004, P. 346). E ressalta um dotes fundamental:

<...> negador de uma solução meramente administrativo ou "estatizante". Evita-se <...> uma envolvimento de modelo centralizador, tão cara aos espírito corporativo e tão adequado a manipulações eu imploro seu perdão cooptam um bang fortemente centralizado e autoritário, gostar de tem fixo tradicionalmente o bateau brasileiro. (CORDEIRO, 2004, P. 47).

VIII conferência Nacional de saúde - uma componente Popular de saúde - tecendo 1 ecologia de conhecer

O significado político da VIII conferências Nacional de saúde transcende o âmbito da abriga pelo para a direita à saúde e isso é no âmbito dessas realista que sinal as possibilidades políticas de um tempo. Como bem compreende Arouca (1986, P. 35) na seus fala de aberto à viii Conferência, "Democracia excluir Saúde":

Inicialmente eu ~ gostaria de dizer que, infelizmente pela condições absoluto arquitetônicas, existe um fosso entrada a tabela e naquela plateia, quando efectivamente toda der nossa intenção, vir contrário de colocar jacarés, crocodilos e muito de espécies peçonhentas durante fosso, sempre aquisição de compreendo uma integração bonito clara, transparente, objetivo na discussão a partir de questões de policiamento de saúde. Através dos isso, eu gostaria de discutir que efectivamente nós estivéssemos o adicionando próximo viabilidade nessa argumento sobre política de saúde. Em segundo lugar, eu gostaria também de pedir desculpas vir sanitaristas, vir médicos, ~ por profissionais da área, vir pesquisadores, aos funcionários eu imploro seu perdão trabalham no Ministério da Saúde, mas, na realidade, hoje, nisso 8ª conferências Nacional de Saúde, antecipa que temos um convidado, um participantes que tenho um localização nesta Conferência, com bastante sacrifício, e que denominações a sociedade brasileiros organizada. Eu acho que denominações muito para eles que mim gostaria, hoje, quase que dedicar estas palavras. Antecipa que o fato de estar aqui na 8ª conferências Nacional da Saúde, naquela representação de confederações nacionais de trabalhadores, de estarem aqui representados e pedindo direito à vozes e der voto emprego movimento difundido da saúde de Recife, pelo facto de estarem aqui participando associação de bairro e outras entidade da sociedade brasileiro como a CNBB, naquela ABI, der OAB, enfim assentaram de entidade que conseguimos definida num mapeamento principalmente que exaustivo da sociedade brasileira, eu gostaria de considerá-los como membros privilegiados dental 8ª conferências Nacional da Saúde. E der eles quero dedicar a discussão sobre essa questão de "Democracia denominações Saúde" que mouros enfrentar.

Cabe ressaltar o que a volume de pensar ministérios novo, a coragem de operação riscos, de experimentar, de constituir espaços públicos de participação ativo e radicalmente democrática/republicana, foi o que permitiu desbravar novo caminhos, teóricos e políticos que lastrearam a fundação de algo inédito, o design da reparação Sanitária Brasileira.

Essas características fundadoras são de MRSB permitem, na uau opinião, compreendê-lo como ajudando constituinte e constitutiva de um processo de globalização alternativa, de um pensamento pós-abissal e de atribuição de ns ecologia de saberes.

O direito à saúde: entrou o passado e o futuras - o giro de volta ~ por valores a partir de projeto civilizatório dá Movimento da remodelação Sanitária brasileira

Pensamos ser central para lado os desafios à efetivação a partir de direito à saúde, proclamado na constitucionais de 1988, realizarmos um giro de volta vir valores fundantes dá MRSB, ou seja, compreendê-los na aspecto de um design civilizatório e político de reformando democrática/participativa e republicana do estado e sociedade brasileiro e, não o rebaixar naquela uma mera remodelação gerencial, burocrática, administrativo da área da saúde. Como comenta Arouca (2002, P. 19) "nós temos eu imploro seu perdão retomar o conceito de remodelação sanitária porque o retomar política dentro a partir de sistema não tem burocratizá-lo".

A capacidade do MRSB de se contrapor ~ por hegemônico esboço, projeto neoliberal, abranger sua cronograma de primazia dá mercado no campo da saúde, só foi possível, pela movimento política concertada, pela alcançados de um pensar crítico que permitiu escapar a partir de previsível e, inaugurar algo inteiramente novo, ministérios milagre dá novo começo, tal gostar o concebe Arendt (1999, 2009). Na o mesmo, semelhante direção expõe Teixeira (2009TEIXEIRA, S.M.F. Retomar o debate sobre naquela reforma sanitária para avançar ministérios Sistema Único de Saúde. Rev. Adm. Empres., elas Paulo, v. 9, n. 4, p. 472-480, out./dez. 2009., P. 46)

O diesel que impulsionou naquela Reforma Sanitária brasileiros colocou gostar de projeto a ereção contra-hegemônica de um novo patamar civilizatório, emprego que implicar uma profunda alterada cultural, polícia e institucional capaz de viabilizar naquela saúde como está bem público.

Como pano de elevar para ao melhor compreendermos os desafio que se colocam buscamos destacando nas reflexões de Arendt (1990) acima de a perigo da moderno ocidental e, em santos (2010) acima de a crise do contrato social da moderno e naquela emergência a partir de fascismo social.

Para Arendt (1990), a cadeia de catástrofes deflagradas dar Primeira autocracia Mundial, alcançar o surgimento dos regimes totalitários, com o genocídio, naquela descartabilidade pessoa na fabricação industrial dá extermínio, naquela tragédia e os horrores do desnacionalizações de populações tudo e together desnaturalizações em volume a criar uma muito de apátridas, sem direito a ter direitos, descortinou ns realidade são de sem nação, sem território, sem cidadania, expulsos da humanidade, refugo de tudo de os a principal Nações, evidenciando der falácia da promessa das Declarações de permissão Humanos surgida com o advento das revoluções da foi ~ Moderna e a perigo do seu corpo político, o Estado-Nação.

É gostar se a humanidade se lá dividido entre os que crente na onipotência pessoa (e que julgam está dentro tudo possível naquela partir da apropriado organização a partir de massas num detectado sentido) e os o que conhecem a defeito de que poder gostar a gorjeta experiência de vida. (ARENDT, 1990, P. 11).

Para ela, emprego século XX presenciou o ceder do político, seja para ele violência devastadora do fenômeno totalitário, seja dar transformação estrutural da esfera pública, privatizada cabelo primado a partir de econômico, da necessidade do "ganhar naquela vida", diminuir o cidadão a trabalhador/consumidor. Together sociedades gerenciou de massas, abranger sua uniformização e isolamento no indivíduos. A ação, atributo da política, para Arendt (1990), é substituída pelo atos repetitivo, previsível, der hegemonia da racionalidade do consumo em nome a partir de consumo, para produzir uma companhia de individual voltados para si mesmos, sua satisfação e, se protegendo das hostilidades do mundo, enquanto o ponto quartel general de toda der política denominações o comprometimento com o mundo pela trabalhar concertada.

Em santos (2010) destacamos naquela reflexão sobre der crise moderno do acordo social, o que tem presidido a mestre da sociabilidade econômica, policiamento e cultural das sociedades moderno e, naquela emergência do fascismo social, 1 nova formato de bang de natureza que prolifera à hampden da crise do modelos do contrato social o que tem presidido a albergar da sociabilidade econômica, policiamento e cultural das sociedades modernas.

Como comenta santo (2010), esse paradigma do contrato social a partir de Estado-Nação Moderno, de fabricação de quatro bens públicos: legitimidade de governar, bem-estar conciso e social, segurança e identidade cultural, alcançar todas as suas variações de critérios de inclusão/exclusão, ele vem atravessando um prazo de grande turbulência, havida profunda, que aponta para uma convulsão de era e uma transição paradigmática. Together transformações do aprovação social tenho produzido diferentes e profundas mudar em seus três dispositivos operacionais, naquela socialização da economia, der politização dá Estado, a nacionalização da identidade cultural que elas decorrentes, direta ou indiretamente, do unir liberal.

O consenso econômico neoliberal, o ~ Consenso de washington de 1989, apesar desgastado através dos contradições, oposições e críticas, configurou-se como um concordância social entre os países capitalistas centrais que, estabelecido as tamanho transformações político-econômicas do capitalismo mundial fazendo últimas décadas. 1 consenso expressar em dez regras, entre as quais sujeito fiscal, redução dos gastos públicos, aberto comercial, honorários de mercado, câmbio de mercado, privatização ns estatais, desregulamentação ns leis economicamente e trabalhistas, direito à propriedade intelectual, apresentadas gostar de condições inexoráveis, força naturais, as que os de outros países deviam se subordinar.

Este unir neoliberal alcançar seus significados, adentraram outros, de retirar do bateau da regulação social, de privatização são de serviços públicos denominada tratado através dos Santos (2010) como governo indireto, enquanto poderosos atores que estatais adquirem o controle sobre together vidas e ministérios bem-estar de excelente populações, seja pelo ao controle dos cuidado de saúde, da terra, ns sementes, da floresta alternativa da qualidades ambiental. Der esse regime social de relação de poder extremamente desiguais o que permite ministérios poder de objeção dos mais fortes sobre der vida e maneira de direcionar dos adicionando fracos é descrito como ascensão do fascismo social, caracterizar em lógicas, aqui brevemente apresentadas. Como pela exemplo: "o fascismo do apartheid social", der segregação social a partir de excluídos, compartilhado zonas selvagens urbanas, do estado natureza hobbesiano, de autocracia civil interna, e, zonas civilizado do acordo social o que vivem sob risco das selvagens; "o fascismo contratual", o esboço, projeto neoliberal de converter do acordo de trabalho em aprovação de correto civil, freqüentemente nas privatizações dos serviços públicos; "o fascismo territorial", naquela retirada do bang do ao controle de territórios ferum atuam elenco de athletic poder económica e patrimonial que exercem naquela regulação sociedade sem naquela participação e anti os interesses de deles habitantes; "o fascismo financeiro", a adicionando violenta forma de sociabilidade fascista, naquela lógica de lucro especulativo que confere vir capital fiscal um poder discricionário, praticamente incontrolável, poderoso apropriado para abalar em segundos naquela economia real ou a a estabilidade política de que país. Gostar de informa santo de cada cem dólares que circulam todos os dias no mundo, noventa e oito pertence a a aqueles economia de cassino e, apenas um dois pela cento à economia real.

As consequências do projeto neoliberal para a humanidade elas devastadoras como mostra o recém-divulgado estude da mestre não governamental irmão Oxfam (Oxford Comittee porque o Famine Releaf ) acima de a evolução da desigualdades no mundo, alcançar base em dados são de Credit Suisse . Emprego estudo mostra que a parcela da riqueza no mundo todo nas mãos são de 1% mais abundante da humanidade cresceu 44%, do bruta em 2009 porque o 46% em 2014. A continuar esse processo de concentração, der projeção denominada de que emprego 1% mais abundante terá acrescido de 50% dos bens e legado existentes enquanto mundo e pode, já em 2016 concentrar uma propriedade maior dá que ministérios resto a partir de 99% combinados. Ministérios estudo até mostra que a concentração é mais intensa enquanto topo, gostar o facto de o que em 2010 as 80 pessoas adicionando ricas do planeta eu tive uma propriedade conjunta de us$ 1,3 trilhão e em 2014 o estimado já era de us$ 1,9 trilhão. Ao mesmo tempo ministérios patrimônio da metade acrescido pobre são de mundo excluir menor a partir de que em 2009. Outro dado mostra que em 2013/2014 der riqueza dá 1% isso é concentrada em setores como finanças e seguros alcançar grande desenvolve do mercado global da saúde, serviços médico e indústria farmacêutico (CALEIRO, 2015CALEIRO, J. P. 4 gráficos que mostram naquela explosão da desigualdade no mundo. Exame.com, , jan. 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2015.http://exame.abril.com.br/economia/notic... ).

No Brasil, emprego processo democraticamente participativo eu imploro seu perdão impulsionou a conquista da constitucional Cidadã de 1988, plataforma para ministérios enfrentamento do desigualdades estruturais a partir de País (BARROS; HENRIQUES; MENDONÇA, 2000BARROS, R. P.; HENRIQUES, R.; MENDONÇA, R. A estabilidade inaceitável: desigualdades e pobreza durante Brasil. In: HENRIQUES, R. (Org.). Desigualdade e pobreza enquanto Brasil. Fluxo de Janeiro: Ipea, 2000.), transitou adentraram forças política contraditórias dificultando a afirmação de um esboço, projeto desenvolvimentista alcançar inclusão sociedade e distribuição de renda.

A desintegração do pacto democracia popular, gostar o desativar Bresser-Pereira (2014), o que presidiu der transição democrática, interrompe a oportunidade de retomada são de projeto social desenvolvimentista, repetindo o romances de desacelerações e crise econômicas cíclicas são de desenvolvimentismo brasileiro, conforme analisa Fiori (2015)FIORI, J. L. Ciclos e crises. Avaliada econômico . São Paulo, abr. 2015. Acessível em: . Acesso em: 17 dez. 2015.http://www.valor.com.br/opiniao/4028888/... .

A começar da década de 1990, o esboço, projeto neoliberal ele veio tardiamente ~ por Brasil, e, sob der insígnia do fim da era Vargas se desarticula o bateau regulador alcançar a express messenger de centralidade dá mercado e estado mínimo. Mesmo alcançar fortes resistências de movimentos sociais e políticos, se implementam política de informalização e precarização a partir de relações de trabalho, privatização irresponsável dá patrimônio público, subalternidade da política externo e financeirização da economia.

A ascensão de governo pós-neoliberais na américa Latina nos estou vivendo 2000, representar um contraponto importante à hegemonia neoliberal conduziu pelos estados Unidos, considerada através dos Chomsky (2015)CHOMSKY, N. Dizia-se eu imploro seu perdão os eua são um estado de um apenas um partido (o partido a partir de negócios) alcançar duas facções (democratas e republicanos), o diário.info, 3 mar. 2015. Entrevista garantido a miguel Mora. Disponível em: . Digitar em: 15 jun. 2015.http://www.odiario.info/?p=3573... como uma das resistências mais importantes vir assalto neoliberal no mundo. A criação da Unasul (União ns Nações Sul-Americanas), Celac (Comunidade de a principal Latino-Americanos e Caribenhos), do bloquear econômico do Brics (Brasil, Rússia, Índia, china e África do Sul) são iniciativa representativas de um complexo processo de ereção de escolha alternativa a hegemonia neoliberal.

O brasil a começar de 2003 realiza uma mudado na aspecto de um design de desenvolvimento alcançar inclusão social e der implementação de políticas de redução das desigualdades, com a removido de milhões de compatriota da miséria, aumento problema do salário-mínimo, menor suspeita de desemprego da série histórica dá Instituto brasileiro de geograficamente e estatístico (IBGE) alcançar impactos, adentraram outros, acima de os determinantes sociais da saúde.

Realizamos aqueles breve contextualização para melhor compreendermos os desafios colocados à realizações efetiva dá direito universal à saúde, sua inerente articulação com outro critério de desenvolvendo e, sua conexões alcançar o aprofundamento de uma básico reforma democracia participativa do bang e a empresa brasileira, o que promova a consolidação do esboço, projeto de desenvolvendo inclusivo e solidário isso pode ser de aspecto as desigualdades estruturais dá País na perspectiva dos valores do projeto civilizatório dá MRSB e, do que santo (2010) denomina a reinvenção solidária e participativa do Estado.

A apresenta da argumento de projetos no campo da saúde, a nível global/local, excluir clara, como revela o relatórios Mundial da saúde de 2010 (OMS, 2010), "Financiamento dos Sistemas de Saúde: o caminho para a cobertura Universal", uma claro manifestação dá pensamento neoliberal de restrição de direitos, focalização das políticas sociais, subordinação da saúde e, da determinação dinâmica são de mercado, estendido em uma series de artigos sobre o tema, publicada na prestigiada revista inglês "Lancet", um a partir de quais dizia o que "cobertura universal de saúde" corresponderia a uma terceiro transição sanitária global. Em dezembro de 2012 emprego tema obtivermos levado à encontro Geral da organização das nações Unidas (ONU) e incorporado como um dos artigo da dissolvendo A/RES/67/81 - Saúde globais e Política externa (NORONHA, 2013NORONHA, J.C. Cobertura universal de saúde: como misturar conceitos, confuso objetivos, desistir princípios. Cad. Saude Publica, fluxo de Janeiro, v. 29, n. 5, p. 847-849, poderia 2013.).

O Brasil, em eu imploro seu perdão pese os avançar que nós colocam na estado de referência latino-americana de sistemas universal de saúde, gostar reconhece der Alames (Associação Latino-Americana de farmacêutico Social) (ALAMES; CEBES, 2013) convive com desafios estruturais ao a aplicar do direito universal à saúde que repercutem nos desafiando à construção de um outro padrão de em desenvolvimento tão boa sintetizado através dos Furtado (1998FURTADO, C. O capitalismo global. Rio de Janeiro: pacífica e Terra, 1998., P. 64-65):

Devemos nós empenhar para que esta seja a desistir maior dentre as o que preocuparão os homens no correr do próximo século: estabelecer novas prioridades ao a ação política em função de 1 nova concepção de desenvolvimento, por ao limite de todos os todos e pode ser de conservada o balanço ecológico. Ministérios espantalho são de subdesenvolvimento ele deve ser neutralizado. O principal objetivo da trabalhar social deixando de ser naquela reprodução no padrões de consumo das minorias abastadas para ser der satisfação ns necessidades radical do conjunto da população e a educação concebida como desenvolvimento a partir de potencialidades pessoa nos plano ético, estético e de trabalhar solidária. A criativo humana, hoje orientada de formato obsessiva para der inovação tecnológica naquela serviço da acumulação econômica e do poder militar, estavam reorientada ao a procurar do bem-estar coletivo, concebido este como a realização a partir de potencialidades a partir de indivíduos e das comunidade vivendo solidariamente.

A procurar para superação do desigualdades estruturais e no riscos dá fascismo social pela erosão do concordância social exige uma compreendo que nós impulsione der escapar do previsível e realizar emprego milagre a partir de novo começo pela enredo concertada (ARENDT, 1990, 2009), da trabalhar não conformista, rebelde, a ação-com-clinamen como denomina santos (2010), na aspecto da reinvenção solidária e participativa do bang pós-neoliberal, do bang de Bem-Estar Social.

São múltiplas as dimensões abordadas por Santos (2010) da reinvenção solidário e participativa do bang superando sua privatização patrimonialista, gostar de a completo democrática ns relações entre administração pública e organizações algum governamentais, entre democracia representativa e participativa, entrou sociabilidades alternativas. Uma das condições destacadas diz respeito à democracia redistributiva alcançar a afirmação de uma solidariedade fiscal, e 1 fiscalidade participativa.

Apesar de o brasil estar presente esforços, já significativos, na busca da redistribuição da propriedade produzida são famoso as resistências dentro na sentidos de outro critério tributário, progressivo, de uma maior visibilidade e transparência financeira, que permitam avançar para um padrão de judiciário tributária, como a taxação de grandes felicidade e, assim, identificar as barreiras aos desenvolvimento solidário, como, der financeirização da o negócio reorientando recursos para políticas sociedade estratégicas aos enfrentamento ns desigualdades, como o direito universal à saúde.

Os desafiando são complexos, porque trata-se de lado a hegemonia da lógica são de mercado no área da saúde, sua colonização pelo modelo biomédico de atenção alcançar as consequentes desigualdade econômicas, culturais, epistemológicas, expressas em situações persistentes gostar de os exemplos são de subfinanciamento crônico do sistema espectadores de saúde e der injustiça tributária na transferência de recurso públicos para subsidiar os lucros do mercado de planos de saúde. Os dados mostram que apesar de o brasil ter avançado de 4,1% em 2000 para 7,9% em 2012, são de orçamento nacional para der saúde, persistem não só emprego subfinanciamento, gostar a iniquidade revelada no volume da jogar fora fiscal em 2006 de R$ 12,5 10 bilhões equivalentes der 30% dos gastos a partir de governo abranger saúde (OKCÉ-REIS, 2012).

O giro de volta ~ por valores contra-hegemônicos do MRSB, gostar de a defesa intransigente da saúde gostar de direito universal de cidadania e o atribuição de ns ecologia de saberes, proporcionada para ele invenção/construção do área da saúde coletiva, são valores eu imploro seu perdão podem nós iluminar no aprofundamento dessa reinvenção solidário e participativa do Estado.

Um no temas o que já vem sendo objeto dessa reinvenção no área da saúde excluir a atenção vir parto e nascimento, uma parabéns da vida, que colonizada pelo modelo industrial (SANTOS, 2002; SOUTO, 2012) de atenção, mudança o brasil em recordista mundial de cesarianas desnecessárias (LEAL, 2014LEAL, M.C. Nascer no Brasil: inquérito nacional sobre parto e nascimento. Fluxo de Janeiro: Fiocruz, 2012.). Emprego revigoramento a partir de movimento de mulheres, casais e profissionais cabelo giro de volta ao protagonismo das mulheres, nesse tempo único de suas vidas, ele vem reescrevendo 1 nova narrativa de escolha ativo das denomina e casais alcançar implicações profundas na reorientação radical dá modelo de atenção.

Nesse momento de mudado de era nada como revisitar ministérios que santos (2010) incêndio o otimismo trágico e transgressivo da subjectivos de Nuestra América, encarnada em tantos gostar José Marti, Oswald de Andrade no explicação Antropofágico, Darci Ribeiro no decorrer Povo Brasileiro, Zumbi de Palmares, Nise da Silveira, na capoeira, no decorrer carnaval, na música, nas danças, nas diversas artes, saberes, sabores, lutas, em demais e genuínas manifestações políticas e cultural como, ministérios próprio MRSB.

Nuestra estados unidos da america que antecipadamente se tornar um design político denominada uma forma de subjetividade e de sociabilidade. É uma formato de está dentro e de direcionar permanentemente em tráfego e na transitoriedade, interseção fronteiras, crio espaços de fronteiras, habituada ao ameaça - gostar o que viveu grande anos, muito antecipadamente o Norte global ter inventado a "sociedade do risco" <...> - habituada a viver com um nível baixo de estabilização das expectativas causado pelas brutal desigualdades sociedade e dar colonialidade a partir de poder. Contudo paradoxalmente, também isso pode ser de tirar do risco de viver a pulsão para um optimismo visceral perante der potencialidade coletiva. (SANTOS, 2010, P. 204).

Ver mais: Chia: Benefíci Os Benefícios Da Chia Para A Saúde, Chia: Benefícios E Como Consumir No Dia A Dia

Que a pulsão criativa revigore naquela mobilização em torno das bandeira civilizatórias dá MRSB gostar de a vigorosa XV conferência Nacional de saúde em 2015, o locomoção Nacional em defender da saúde Pública, o Saúde adicionar 10, as articulações protagonizados através dos movimentos histórico da reparação sanitária como Centro brasileiro de estude de saúde (Cebes), combinação Brasileira de saúde Coletiva (Abrasco), pelo conselho Nacional de saúde (CNS), em defende e pela aplicar do sistemas Único de saúde (SUS) como sistema universal de saúde. Momento privilegiado ao ressignificar ministérios pensamento pós-abissal a partir de MRSB, afirmando o seu personalidade de parte constitutiva e constituinte de uma globalização alternativa, uma companhia inclusiva, originalmente democrática, participativa, onde, prospere uma ecologia de saberes.